Como fazer para saber a versão da distro

Quando estamos a passear por lojas como Carrefour, Extra, Ponto Frio, etc, podemos ver anunciando a venda de alguns computadores com preços até mais baratos que em lojas específicas de informática, justamente porque vêm com sistema operacional linux.

Aí, ao chamar o vendedor, e perguntar a ele “Qual o linux e a sua versão?”, o vendedor, geralmente, não vai saber responder, porque, ou não sabe nada de informática, ou não sabe nada de linux, eheheh!

Para saber a versão da distro utilizada, sem ter que perguntar nada para o vendedor, digite:

$ lsb_release -a

O meu, deu esta resposta:

Distributor ID: Ubuntu

Description: Ubuntu 7.04

Release: 7.04

Codename: feisty

Mas, se já sabes qual a distro e queres saber a versão do kernel:

$ uname -a

Anúncios

Convertendo vídeos para o YouTube

O site de compartilhamento de vídeos YouTube aceita upload de diversos formatos de vídeo como por exemplo, .wmv, .avi, .mov e .mpg. Porém, o próprio site “recomenda” formatos pré-definidos como:

  • Mpeg4 (DivX, Xvid) de formato;
  • 320 x 240 de resolução;
  • Mp3 como áudio;
  • 30 frames por segundo.

Para se recodificar o vídeo que desejas fazer upload, ou seja, que desejas colocar no YouTube, no formato acima citado, existem duas formas, via console:

1. Pelo mencoder

$ mencoder arquivo.wmv -o novoarquivo.avi -ovc lavc -oac lavc -ffourcc DX50 -vf scale=320:240 -lavcopts acodec=mp3:abitrate=128:vcodec=mpeg4:vbitrate=400:vhq

Ufa!! Isto sim é um “comandão”, eheheh…

Uma breve explicação dos parâmetros:

  • arquivo.wmvé o arquivo original que se deseja converter, podendo ser qualquer formato, até o .rmvb;
  • novoarquivo.avié o nome do arquivo que desejas chamar, após a conversão;
  • ffourcc DX50especifica que se deseja o formato Divx5 para o novo arquivo;
  • scale=320:240são as dimensões do vídeo que será gerado;
  • acodec=mp3é o codec do áudio a ser gerado;
  • abitrate=128qualidade do áudio, podendo variar de 64, 128 e 192; mais que isso seria desnecessário;
  • vcodec=mpeg4codec do novo vídeo, mpeg4;
  • vbitrate=400qualidade do vídeo, que pode variar entre 128 e 8000 (DVD), ou seja, quanto maior o número, maior a qualidade e o tamanho do arquivo a ser gerado.

2. Pelo Ffmpeg

Considerando que já tenhas o ffmpeg instalado:

$ ffmpeg -i arquivo.wmv -s 320×240 -ac 2 -acodec mp3 -ab 128 -vtag DX50 -vcodec mpeg4 -b 400 novoarquivo.avi

Descrição:

  • -i arquivo.wmvarquivo a ser codificado, que pode ser em qualquer formato;
  • -s 320×240dimensão da tela do vídeo;
  • -ac 2canais de áudio do novo arquivo (1 para mono e 2 para stéreo);
  • -acodec mp3codec de áudio a ser utilizado;
  • -ab 128qualidade do bitrate de áudio;
  • -vtag DX50tipo do novo arquivo, Divx 5;
  • -vcodec mpeg4codec de vídeo do novo arquivo;
  • -b 400qualidade do vídeo;
  • novoarquivo.avinome do novo arquivo de vídeo a ser gerado.

Eu tive que postar um vídeo de 14 Mb do tipo .mov no Orkut, mas para colocar lá, antes eu teria que adicioná-lo no YouTube, já que é tudo do Google mesmo… sendo que iria levar muito tempo para se fazer o upload do arquivo. Com o comando utilizado acima, tanto pelo mencoder quando pelo ffmpeg, foi gerado um arquivo de quase 2 Mb, nos moldes desejados, e com um tempo de upload bem menor, é claro!
Fonte:

http://alef13.blogspot.com/2007/05/upload-de-video-pro-youtube-melhor.html

Converter vídeos pelo mencoder

Como citado no artigo anterior, os programas RecordMyDesktop e Istanbul, exportam o vídeo gravado do desktop, em formato .ogg, que não é um formato de vídeo muito utilizado por usuários não linuxers. Mas existe uma maneira fácil de se fazer uma conversão de vídeo utilizando o mencoder, que é um programa que roda em modo console.

Para instalar o mencoder, digite:

$ sudo apt-get install mencoder

E para se fazer uma conversão de vídeo .ogg para .avi, por exemplo, pode-se utilizar o comando abaixo:

$ mencoder -idx out.ogg -ovc lavc -oac mp3lame -o output.avi

Considerando que o arquivo out.ogg é o que se deseja converter para output.avi. Esta conversão deixa o arquivo como o original, inclusive em tamanho.

Programa para gravar o desktop

Existem alguns vídeos elaborados para tutoriais disponíveis pela internet, cd’s de revistas que mostram o desktop, ou seja, a tela do computador. Mas, em linux, que programa é utilizado para tal?

Bom eu conheço estes dois aqui:

1. RecordmyDesktop

Este pode ser instalado via repositório do Ubuntu:

$ sudo apt-get install gtk-recordmydesktop

Após instalado ele fica no menu Aplicações > Som & Vídeo > gtk-RecordMyDesktop.

Este aplicativo também pode ser instalado via Automatix2.

Outra vantagem que se pode mencionar aqui sobre este programa é que se pode escolher entre gravar todo o desktop ou uma determinada área deste como a janela do aplicativo que se deseja fazer o video-tutorial.

2. Istanbul

Faz o mesmo que o programa acima e também já se encontra nos repositórios do Ubuntu 7.04:

$ sudo apt-get install istanbul

Todos os dois aplicativos salvam o teu vídeo em formato .ogg (é isso mesmo, vídeo em ogg, ou você pensou que este formato seria apenas de música!?)

Agora, não adianta postarem comentários do tipo “Qual você acha o melhor?“, que eu já vou dizer: — é como perguntar qual a tua distro preferida…

Ou seja, eu testei os dois e gostei de ambos. Cabe a você fazer o mesmo e usar o que melhor lhe agrade.

Figlet

Estava eu a buscar mais detalhes sobre configuração e screenshots sobre o ambiente gráfico Fluxbox na net, e acabei reparando que alguns usuários expunham, em seu terminal, no screenshot, algo como:

Figlet

Ou seja, algum tipo de mensagem desenhada em modo texto. Descobri que é o Figlet.

Para instalar, via terminal, digite:

$ sudo aptitude install figlet

E para utilizá-lo:

$ figlet <palavra a ser desenhada>

Existe também o toilet:

$ sudo apt-get install toilet

Que faz a mesma coisa, porém com uma fonte diferente.

Teste também, se você usa uma distribuição debiana o comando:

$ sudo apt-get moo

E veja a vaquinha sendo desenhada em teu terminal!!