Comandos do Pacman

Tendo como base o Arch Linux, o Manjaro também usa o pacman, que é um gestor de pacotes, possibilitando gerenciar o funcionamento da nossa distro. Diante disto, quais são os principais comandos do pacman? Vejamos alguns deles:

pacman -Sy = sincroniza os repositórios.
pacman -Su = procura por atualização.
pacman -Syu = sincroniza os repositórios/procura por atualização.
pacman -Syy = sincroniza os repositórios do Manjaro Linux.
pacman -Syyu = sincronização total/procura por atualização.
pacman -S pacote = instala um pacote.
pacman -R pacote = remove um pacote.
pacman -Rs pacote = remove o pacote junto com as dependências não usadas por outros pacotes.
pacman -Rsn pacote = remove o pacote junto com os arquivos de configuração.
pacman -Ss pacote = procura por um pacote.
pacman -Sw pacote = apenas baixa o pacote e não o instala.
pacman -Si pacote = mostra informações de um pacote não instalado.
pacman -Qi pacote = mostra informações do pacote já instalado.
pacman -Se pacote = instala apenas as dependências.
pacman -Ql pacote = mostra todos os arquivos pertencentes ao pacote.
pacman -Qu = mostra os pacotes que serão atualizados.
pacman -Q = lista todos os pacotes instalados.
pacman -Qo arquivo = mostra a qual pacote aquele arquivo pertence.
pacman -Sc = deleta do cache todos os pacotes antigos.
pacman -A arquivo.pkg.tar.gz = instala um pacote local.
pacman -Scc = limpa o cache, removendo todos os pacotes existentes no /var/cache/pacman/pkg/.
pacman-optimize = otimiza a base de dados do pacman.
pacman -Sdd = instala ignorando as dependências.
pacman -Rdd = elimina um paquete ignorando las dependências.
pacman-mirrors.conf = para gerenciar pacman.cof
pacman-mirrors -g = para gerar um novo mirrorlist
pacman -U = instalar pacotes baixados
pacman -Rscn = Desinstala pacotes e suas dependencias e seus registros, tudo.
pacman -S pacote –nonconfirm = Instala o pacote sem precisar confirmar com “yes/no ,S/N”…
pacman -Syu –ignoregroup pacote1 , pacote2… = Sincroniza os repositórios/procura por atualização e ignora os grupos dos pacotes solicitados.

Rodando man pacman vamos ver que esse gestor de pacotes possui mais comandos e funcionalidades. Para mais informações:

https://wiki.archlinux.org/index.php/Pacman_%28Portugu%C3%AAs%29

Fonte:
http://www.manjaro-linux.com.br/forum/viewtopic.php?f=17&t=564

Anúncios

Manjaro GNU/Linux, o ARCH para iniciante

Bom pessoal, como estou de férias, estou a testar distros. E deixei de lado o Sabayon e fui pro Manjaro XFCE 4.10:

Imagem

Daí, instalei alguns programas básicos e tentei instalar o “compiz”. Pra minha surpresa, o PAMAC já vem com um compiz-xfce prontinho pra ser instalado, onde tudo funcionou muito bem.

Depois disso passei a querer transformar o meu Manjaro em Arch. E consegui:

Imagem

O screenshot acima mostra o Manjaro/Arch com o Clementine tocando “Sleeping Sun” de Nightwish, e o dock “Cairo-dock”, que é o meu preferido.

“TER SEMPRE O SOFTWARE ATUALIZADO, ESTAR SEMPRE COM AS ÚLTIMAS VERSÕES NEM QUE SEJAM EM BETA OU MESMO EM ALPHA.”

É assim que quero sistemas operacionais agora.

Como nesta altura já sabemos, o Manjaro é derivado do Arch, logo podemos nos aproveitar disso, como por exemplo ter o AUR (Arch User Repository) que é um repositório da comunidade Arch Linux, completamente a cargo da comunidade, onde vamos encontrar todo o Software que não está disponível nos repositórios oficiais do Manjaro.

Para instalar o AUR:

$ sudo pacman -S base-devel fakeroot git

Daí, teremos uma janela assim:

Imagem

Pressione Enter, pois todos os pacotes são necessários.

Sempre que aparecer : Continuar a instalação? [S/n] pressione Enter ou S + Enter

Apesar de serem muitos pacotes, a instalação é rápida.

Além do pacman, podemos utilizar o yaourt ou o packer. Para isso:

$ sudo pacman -Sy yaourt packer

Agora vamos sincronizar o repositório AUR :

$ yaourt -Syu

OU

$ packer -Syu

A partir de agora, sempre que quiser instalar algo, basta colocar:  yaourt -S  <pkg>

Se preferir primeiro ver que versão estão disponíveis, faça: yaourt -Ss <pkg>

Exemplo :

$ yaourt -Ss liferea

Imagem

Como pode ver no exemplo, o liferea está disponível em varias versões, basta escolher o que preferir.

Se preferir instalar via interface gráfica, é só abrir o “Pamac“:

Menu Iniciar > Software > Adicionar/Remover Software (Package Manager):

Imagem

OBS.: Use o Package Manager apenas se quiser instalar Software que se encontre nos repositórios do Manjaro.

ENTÃO E COMO É QUE EU INSTALO O TAL SOFTWARE SEMPRE ATUALIZADO? DO REPOSITÓRIO AUR!

Abra o Terminal ( Shift + Ctrl + N ) e faça copy/paste desta linha de comando:

$ sudo yaourt -S aurqt

Quando lhe aparecer “Edit PKGBUILD ? [Y/n]“ pressione N (faça sempre isto, a não ser que saiba o que esta a fazer e queira editar algo).

Mas quando lhe aparecer “Continue building aurqt  ? [Y/n]” pressione Y… O mesmo para Continuar a instalação, confirme.

Abra o Menu Iniciar, procure por aurqt e abra.

Agora sim, temos todas as versões:

Imagem

Evite instalar as que estão com cor vermelha na “Version” (Versão), ou não recebem atualizações a muito tempo ou nem vão receber mais atualizações.

Repare que as janelas que estão dentro do próprio aurqt são ajustáveis, tal como as colunas do “Search” (da procura) por exemplo.

Pra quem quiser mais, existe ainda o “Octopi“:

Imagem

Como podemos ver, o sistema Manjaro, além de simples de instalar e usar, possui muitas ferramentas úteis para instalação/remoção de aplicativos. E os que não houverem em nenhum repositório, é só baixar o código-fonte e compilar.

Por exemplo, eu quis instalar o pacote “aBíblia“, que se enquadra na explicação acima. Daí fui ao site do aplicativo:

http://comunidadeabiblia.net/abiblia-software/downloads/

Baixar o fonte, que é pra ARCH:

Imagem

E depois seguir as instruções, dentro do arquivo baixado, para instalá-lo:

Imagem

Eu ainda brinquei de instalar programas de windows via wine. Vejam o winamp:

Imagem

Fontes:

http://linuxtugaz.wordpress.com/2013/11/01/o-que-fazer-depois-de-instalar-o-manjaro/

http://comunidadeabiblia.net/abiblia-software/downloads/

http://manjaro.org/